INVESTIMENTO - 14/08/2018 | Por:

ARLANXEO investe em borracha sintética e reforça sua posição no mercado mundial


  • Modernização da produção de borracha PBR em Triunfo, RS, no Brasil, e da borracha NBR em La Wantzenau, na França
  • Investimentos serão realizados até 2020
  • Fortalecimento da posição da empresa no mercado global dos principais tipos de borrachas

Duque de Caxias - A ARLANXEO está fortalecendo a sua posição como líder global na produção de borracha sintética. Nos próximos três anos, a ARLANXEO investirá várias dezenas de milhões de euros para modernizar suas unidades de produção, localizadas em Triunfo, no Rio Grande do Sul, no Brasil, e em La Wantzenau, na França.

“Com este programa de investimentos, estamos criando as bases para um crescimento mais rentável da empresa”, diz Jorge Nogueira, CEO Global da ARLANXEO. “Neste contexto, estamos sistematicamente implementando tecnologias avançadas para o crescimento de tipos de borracha de alta performance, a fim de dar suporte ao desenvolvimento de nossos clientes em regiões importantes num longo prazo”, explica. O programa será financiado pela geração de caixa da ARLANXEO.

 

Modernização das Instalações de Triunfo, no Brasil

No Brasil, a ARLANXEO está investindo na sua unidade de Triunfo, no Rio Grande do Sul, para tornar sua produção mais flexível. Atualmente, apenas borracha de butadieno-estireno em emulsão (E-SBR), que é utilizada principalmente em pneus de automóveis e caminhões, é produzida por lá. Como resultado desta modernização, a empresa também será capaz de produzir, em Triunfo, os mais avançados tipos de borracha de polibutadieno em solução (PBR). São elas: a borracha de polibutadieno de neodímio (Nd-BR) e a (borracha de polibutadieno de lítio (Li-BR), para aplicações nos mercados de pneus e não pneus, a partir da segunda metade de 2020. Este movimento acompanha a necessidade crescente dos fabricantes da América Latina para produção de pneus de alta performance.

Ao mesmo tempo, a ARLANXEO está transferindo parte de sua produção existente de E-SBR de Triunfo para sua unidade em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, onde a borracha E-SBR já é produzida em larga escala. Isto permitirá uma maior economia daqui para frente. As obras levarão cerca de dois anos para serem concluídas e criarão aproximadamente 500 empregos durante a construção.

“Este investimento destaca o nosso comprometimento com o Brasil e a importância em longo prazo do mercado brasileiro para as borrachas de alta performance, especialmente no segmento de pneus”, disse Matthias Gotta, Líder da unidade de negócios Tire & Specialty Rubbers (TSR) da ARLANXEO. “Queremos apoiar nossos clientes locais com tecnologias inovadoras, que tornarão os pneus e consequentemente o transporte, mais seguros, mais ecológicos e portanto mais sustentáveis,” ele adiciona.

A demanda no Brasil por borrachas de alta performance para pneus continua crescendo suportada pela regulamentação de rotulagem de pneus, semelhante às leis que já estão implantadas na União Europeia, Japão e Coréia do Sul, por exemplo. Todos os pneus produzidos no Brasil agora devem ser classificados com relação à resistência ao rolamento, aderência em pistas molhadas e ruídos externos. O uso do Nd-BR da ARLANXEO melhora significativamente o desempenho dos pneus, resultando em menor consumo de combustível e maior aderência em pistas molhadas, dentre outros benefícios.

As borrachas de polibutadieno, sob o nome comercial Buna® da ARLANXEO, são utilizadas, principalmente, nas bandas de rodagem e nas laterais dos pneus. Adicionalmente, os polibutadienos também são utilizados na modificação das propriedades dos plásticos, na produção de HIPS (PSAI-poliestireno de alto impacto) para aplicações de moldagem por injeção. Outras áreas de aplicação incluem bolas de golfe, tênis de corrida e correias transportadoras.

Investimento em La Wantzenau, França

Além dos investimentos regulares em manutenção, a ARLANXEO está modernizando a sua unidade de produção em La Wantzenau, França, a maior planta de borracha de nitrílica (NBR) no mundo.

“Este investimento estabelece as bases para o crescimento das nossas borrachas especiais de NBR, parte importante do nosso portfólio”, diz Christian Widdershoven, membro do Board da ARLANXEO e Head da unidade de negócios High Performance Elastomers (HPE). “Isto nos permite fortalecer e assegurar nossa posição, em longo prazo, como maior fornecedor global de borrachas NBR”, adiciona Widdershoven.

A ARLANXEO espera que a demanda global por borrachas NBR de alta qualidade aumente nos próximos anos. O foco aqui é no crescimento nas áreas de negócios tradicionais e novas aplicações, algumas das quais foram desenvolvidas juntamente com clientes, mas também o uso de NBR como matéria-prima para a produção dos produtos especiais como o Therban (HNBR).

A borracha sintética NBR produzida pela ARLANXEO em La Wantzenau é comercializada sob as marcas Perbunan®, Krynac®, e Baymod® N. Ela é utilizada na produção de cabos, vedações, mangueiras, abafadores e solados de calçados de segurança e esportivos, dentre outras aplicações. Os mercados mais importantes são a indústria automotiva, o setor de construção, bem como a produção e processamento de petróleo e gás.

A empresa - A ARLANXEO é líder mundial em borracha sintética com vendas em torno de 3,2 bilhões de euros em 2017, cerca de 3.800 funcionários e está presente com 20 plantas de produção em nove países. A ARLANXEO produz borracha de butadieno em três sites no Brasil: Duque de Caxias (Rio de Janeiro), Triunfo (Rio Grande do Sul), e Cabo de Santo Agostinho (Pernambuco). Além disso, a empresa também produz borracha de etileno-propileno-dieno (EPDM) em Triunfo. A rede global da ARLANXEO para borrachas de butadieno inclui plantas de produção em Dormagen, Alemanha; Port Jérôme, França; Orange, Texas, EUA e Cingapura. 

            A unidade de La Wantzenau, na França, é a maior planta de produção do mundo para o grade de borracha sintética NBR (borracha nitrilica). Em 2010, a empresa também transferiu suas atividades de pesquisa e desenvolvimento de NBR para La Wantzenau.